sábado, 29 de outubro de 2011

A culpa é do prefeito


Quando uma rua está esburacada, devido um caminhão que não deveria trafegar por ali ou um morador vai reformar sua casa e acaba danificando a rua, de quem é a culpa? Do prefeito. Quando umas casas recebem água e desperdiçam, deixando seus vizinhos sem água, de quem é a culpa? Do prefeito que não administra direito. Tudo que dê errado em Rio Branco, a culpa sempre será do prefeito, as pessoas estão aqui para serem servidas, se votaram nele, ele deve resolver os problema.

Prefeito porque o senhor durante a greve dos correios, não pegou uma bicicleta e foi entregar as correspondências? Por que o meu lixo da cozinha que está derramando a três dias não foi pego por um lixeiro? Ele é pago para isso. E para que me preocupar com o desperdício de água se temos um rio bem ai? Só falta água porque o prefeito não sabe distribuir.

Deveria ser algo desse tipo, já que elegemos o prefeito Raimundo Angelim. Deveria? Claro que não. Tenho um vizinho que poderia evitar o dia inteiro de desperdício de água, só comprando uma bóia para sua caixa, assim como a maioria das pessoas do Calafate, que até um dia desses, um espertalhão fechou a rede, deixando quase 15 bairros sem abastecimento.

O artigo de hoje vai parecer um pouco puxa saco, mas quando algo deve ser de destaque, devo reconhecer. Quando tive a oportunidade de ser escreviário da prefeitura, vi o desprezo das pessoas com os serviços públicos. Exemplo disso é a praça da Revolução. Quando reformada, teve segurança para evitar vandalismo. Criticado, o prefeito retirou e o que aconteceu com o espaço? Estudantes usam aquele espaço para demarcar como seu território, seja com corretivo ou com pinceis, deixando passei por aqui e três patinha. Fofo não?!

Andando pela cidade, vi tentativas de colocarem cartazes de eventos na bibliotecas publicas, o que não é concretizado, devido os funcionários darem unas Carreras nessas pessoas, mas nossa paradas de ônibus que foram para durar uns dez anos, não duram nem três com tanta porcaria que colam nelas, fora as destruições. Mas tudo bem, isso é culpa do prefeito.

Se fossemos colocar, cada população tem o prefeito que merece, essa certamente estaria de castigo, em cima de uma saca de milho ao meio dia na frente da Catedral. As pessoas devem parar de achar que o poder eletivo, deve fazer tudo para ela, onde o governo é muito presente, acaba criando um grupo de pessoas mau educadas. A prefeitura faz o que pode para ajudar, mas não dá para ficar dando tapinha na Mao de pessoas que se infiltram entre moradores que criam invasões para se beneficiar, enquanto alguns realmente necessitam. Não pode dá cascudo em pessoas que insistem em jogar o lixo no chão que acabou de ser varrido pela dona Graça, margarida da prefeitura a 15 anos.

Costume de casa vai a praça, então vamos fazer nossa parte, para depois cobrarmos o prefeito por aquilo que ele deixou a desejar. Cada um fazendo o seu, podemos exigir mais coisas.

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Manual de sobrevivência do homem mensal

Que homem nunca sonhou em conseguir viver em paz com sua costela? Mas chegado um período de trevas, pavor e medo, sim, estou falando da TPM. Para que alguns amigos de curta experiência ou desavisados, vão 10 expressões que você deve decodificar para entender o que se passa com sua mulher/noiva/namorada/ficante/peguete/uma lance é um lance quando ela está prestes a fazer sala praquela visita indesejável:

Uma das mais clássicas é a: Certo? Esta é a palavra clássica que as mulheres usam para encerrar uma discussão quando elas estão certas e você precisa recolher-se à sua insignificância. Assim como a que você está atrasado a uma meia hora esperando por ela e vem: 5 minutos, sim? Se ela está se arrumando, significa meia hora a mais. 5 minutos só são cinco minutos se esse for o prazo que ela te deu para ver o futebol antes de ajudar nas tarefas domésticas. Eu recomendo que nem de futebol você goste, trate de ir se desapegando porque isso não te pertence mais.

E quando você chega, a encontra no meio do sofá e você pergunta o que ela tem. O que ela responde? Nada. Esta é a calmaria antes da tempestade. Significa que ‘algo’ está acontecendo (BOOOM!!!), e que você deve ficar bem atento. Discussões que começam em ‘nada’ normalmente terminam em ‘certo?’

E quando ela está com uma faca na mão limpando as verduras, ela te olha atentamente e você cai na besteira de pergunta o que foi? Resposta: Você que sabe! Cuidado, isso é uma armadilha, e não uma permissão. Ela está te desafiando, e nessa hora você tem que saber o que ela quer. E AI de você se disser que também não sabe! Corra Lola, corraaa!!!

Suspiro alto (quase uma bufada). Declaração que freqüentemente confunde os homens. Um suspiro alto significa que ela pensa que você é um idio-ta enquanto imagina por que diabos ela está perdendo tempo parada ali discutindo com você sobre nada.

E o Obrigada?! Se ela está agradecendo, não questione, nem desmaie. Apenas diga: ‘por nada, meu amor’. Uma colocação oportuna: se ela disser MUITO obrigada, saiba que isso é sarcasmo puro, e na verdade ela não está agradecendo porra nenhuma. Nesse caso, finja que não ouviu. Se disser o ‘por nada, meu amor’, isso poderá acarretar no temido ‘esquece’.

O que seria o esquece? Tradução literal e contida para o foda-se!!! E o deixa pra lá. EU resolvo! Outra expressão ensaboada e perigosa. Implica que a mulher disse várias vezes para o cidadão fazer algo, mas agora resolveu assumir ela mesma. Isso resultará no homem perguntando: ‘mas o que aconteceu?’ A resposta será novamente o esquece.

Quando ela chegar manso e disser: Precisamos conversar. O arrepio vai na alma. Bicho na boa, tu se lascou! Prepare as orelhas, porque você está prestes a levar um pé na bunda. Quando amiga, pense numa santa esculhambação que renderá dias de reflexão profunda.

E por fim, eu estive pensando... para quem lê, parece algo inofensivo, né? Mas te prepara negão: em 99% dos casos essa inocente expressão precede os Quatro Cavaleiros do Apocalipse.
Se ainda assim não adiantou esse alerta, vá em frente e ame essas criaturas magníficas, que se não fossem elas não existiriam uma raça tão superior a anterior. A TPM só dura três dias, nos casos mais graves uma semana e tudo volta ao normal.

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Um bom exemplo


SOLIDARIEDADE – Com um pedaço de sombrinha e a armação de sua bolsa de trabalho, homem improvisa uma bengala para ajudar deficiente visual que pedia  no Centro de Rio Branco.

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

'HAM-HAM' ou 'HUM-HUM'

Tarde da noite,o casal já deitado, quando...

MULHER : Se eu morresse você casava outra vez?
MARIDO: Claro que não!
MULHER : Não? Não por quê? Não gosta de estar casado?
MARIDO: Claro que gosto!
MULHER: Então por que é que não casava de novo?
MARIDO: Está bem, casava...
MULHER: (com um olhar magoado) Casava?
MARIDO: Casava. Só porque foi bom com você...
MULHER
: E dormiria com ela na nossa cama?

MARIDO: Onde é que você queria que nós dormíssemos?
MULHER: E substituiria as minhas fotografias por fotografias dela?
MARIDO : É natural que sim...
MULHER: E ela ia usar o meu carro?
MARIDO:
Não. Ela não dirige...

MULHER: !!!! (silencio)
MARIDO : (em pensamento) F.u.d.e.u!!

MORAL DA HISTORIA:

JAMAIS  prolongue um assunto com uma mulher... apenas  abane a cabeça ou diga 'HAM-HAM' ou 'HUM-HUM'.

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

O meu buchinho


Cansado dessas tendências toscas da moda, vou sair em minha defesa e de meus coleguinhas de balança. Se você acabou de conhecer um rapaz, ficou com ele algumas vezes e já está começando a imaginar o dia do seu casamento e o nome dos seus filhos, pára tudo, chama a NASA e escute a voz da razão.
Na próxima vez que encontrá-lo, tente (disfarçadamente) descobrir como é sua barriga. Se for musculosa, torneada, estilo tanquinho, fuja! Comece a correr agora mesmo, e só pare quando estiver a uma distância segura.
Meninas, moçoilas, mulheres... prestem atenção: homem pra ser HOMEM MESMO, precisa o-bri-ga-to-ria-men-te ostentar uma barriguinha. Senão, não presta. E digo por quê: você nunca verá um homem barrigudinho tirando a camisa dentro de uma boate e dançando como um idiota, em cima do balcão. Se fizer isso, no máximo é pra fazer graça pra turma.
Quando sentamos em um boteco, numa tarde de calor, adivinha o que pedimos pra beber? Elementar, meu caro Washington: suco de cevadis ou aquela velha e geladíssima coca-cola!! Você jamais nos verá pedindo suco de frutas ou outras aberrações, e não será informada sobre quantas calorias tem no seu copo: não sabemos, não queremos saber e não damos a mínima para essa reles informação.

Quando o assunto é comida então, jamais deixamos a desejar. Em circunstância alguma você irá ouvir um “ah, amor, Naldão é gostoso, mas você bem que podia provar uma Salada com água de coco”. Tem cem e uma coca pra isso acontecer!! Assim como 1+1 = 2, nós compreendemos que, senão estamos em forma perfeita o tempo todo, você também não precisa estar (o que não te libera para chuchar uma caixa de bis inteira no leite moça a cada vez que ficar mal-humorada).
Por último e não menos importante: homens barrigudinhos são extremamente confortáveis. Experimente pegar a tábua de passar roupas e deitar em cima dela. Pois é essa a sensação de se deitar no peito de um rato de academia. Um horror!
Gostoso mesmo é se encaixar no aconchego do ombro de um fofinho. Ah, isso sim é conforto! E na hora de dormir de conchinha, então? Parece que a barriga se encaixa perfeitamente na lombar, fica sensacional!!
Comece a reparar: os Bombomzões não são metidos, não são prepotentes, não querem ser donos do mundo e não têm xiliques a cada vez que se olham no espelho. No mesmo pacote que trouxe aquela protuberância ventral, adquirimos o dom de conquistar as mulheres por maneiras que excedem a barreira do físico. Sabemos conversar, usar o olhar, o sorriso e todo nosso charme peculiar a favor da arte da conquista.
É por isso que eu digo, repito e tripito: os barrigudinhos podem ter preguiça de subir escada, descer para pegar a pizza e temperar uma salada. Mas sabem mesmo como fazer uma mulher feliz.