Indústria acreana está otimista para 2017

A Federação das Industrias do Estado do Acre (Fieac) realizou uma coletiva para apresentar o balanço e produtividade do sistema S em relação ao crescimento e desenvolvimento industrial no mercado acreano.

Durante a apresentação, o economista Carlos Estão demonstrou que o Acre que veio crescendo e se distanciando de números negativos, o que gera a expectativa de um ano otimista que já se avizinha.
Para o presidente José Adriano, o cenário positivo se deve as parcerias e diálogos com os governos federal e estadual.

“Somos o quarto Estado a  mostrar um crescimento no PIB, graças ao dialogo que mantemos com o governo estadual e mantemos uma porta aberta com o governo federal. A Fieac e o Sistema S continuou seus trabalhos com o fortalecimento do mercado e a qualificação da mão de obra, garantindo a possibilidade de empreendimentos e empregabilidade” disse o presidente.

Ele ainda destacou que o que mostra a circulação de bons negócios é avaliado com a capacidade do setor publico conseguir manter seu quadro e finanças em dias. Com organização e ofertas que caibam no bolso dos acreanos, o Acre consegue caminhar no desenvolvimento, ao contrário dos grandes Estados que vem demonstrando a quebra de suas finanças.


“O Acre ainda tem seu recurso principal ligado ao setor publico, mas mesmo com essa problemática com outras localidades do país, nos conseguimos realizar boas negociações com empresas privada e mantendo a qualidade no Estado e para outros que contratam os nossos serviços” finaliza Adriano.

Comentários